Blog

Formação para empregados e desempregados em Amarante 2021/2022

A Regras & Sugestões viu a sua candidatura ao projeto Formação para empregados e desempregados para Amarante aprovado! Está, assim, previsto formação nas seguintes áreas:

– Saúde (Técnico/a auxiliar de saúde)

– Comércio (Operador de logística, Técnico/a de Comunicação e Serviço Digital)

– Produção agrícola e animal (operador apícula, técnico apícula, operador agrícola e técnico vitivinícola

– Trabalho social e orientação (Agente de geriatria e técnico de geriatria)

Quem pode participar nesta formação?

A formação para empregados e desempregados destina-se, principalmente a pessoas empregadas com baixas qualificações (inferiores ao ensino secundário), contudo podem participar pessoas com habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, inclusive pessoas com habilitações de ensino superior. Os desempregados também podem participar desde que cumpram os requisitos de acesso. Não podem participar pessoas inativas como estudantes, reformados, domésticos e outros.

Requisitos de acesso à formação

Os desempregados para poderem frequentar esta formação devem ter escolaridade igual ou superior ao ensino secundário e serem desempregados de curta a duração.

São considerados desempregados de curta duração os jovens até aos 25 anos quando em situação de desemprego há menos de 6 meses consecutivos e adultos com 25 anos ou mais quando em situação de desemprego há menos de 12 meses consecutivos.

No caso dos empregados devem-se ter em atenção se o curso é de nível 2 ou 4. Para cursos de nível 2 os formandos devem possuir escolaridade igual ou superior ao 4º ano, nos cursos de nível 4 devem possuir escolaridade igual ou superior ao 9ª ano.

Documentos obrigatórios

Durante a inscrição o formando deverá fornecer informação e documentos imprescindíveis à participação na formação, tais como:

– Formulário “Dados do Formando” com os seus dados pessoais (nome, escolaridade, idade, naturalidade, etc)

– Cópia do certificado de habilitações;

– Comprovativo de emprego (recibo de vencimento ou declaração da entidade empregadora ou comprovativo de trabalhador por conta própria) ou comprovativo de desemprego (declaração do IEFP).

Subsídio de alimentação

Os participantes têm direito ao subsídio de alimentação no valor de 4.77€ por cada dia de formação frequentado

Caso o participante pretenda receber o subsídio de alimentação deve:

– Entregar um comprovativo de NIB – número de identificação bancária com o seu nome associado

– Enviar horário de trabalho assinado e carimbado pela entidade empregadora ou assinada pelo próprio no caso de trabalhador independente.